Início / Bahia / Editorial: Servidores contratados dividem um salário para dois no Governo do PT em Itacaré

Editorial: Servidores contratados dividem um salário para dois no Governo do PT em Itacaré

O Governo Municipal de Itacaré, comandado pelo prefeito Antonio Mario Damasceno, popular Antonio de Anízio (PT) e pelo vice Genilson Souza (PT), paga um salário mínimo que é dividido para dois servidores, ficando cerca de R$ 400,00 (quatrocentos reais) para cada contratado. Esse valor segundo informações, é pago a servidores contratados de apoio, como serventes, merendeiras, garis, entre outras funções. E segundo informações, o contrato acontece através de tercerização para uma empresa ainda não identificada. Será trabalho escravo em pleno século XXI? Ou o povo aceitou por livre e espontânea vontade, por ser a única opção?

Mesmo pagando metade do salário que é de direito, rola o zum, zum, zum, que os contratados já estão com dois meses de mini-salários em atraso. Mas a informação não é confirmada. Vale salientar que em busca no Diário Oficial Municipal, nenhuma informação foi encontrada em relação aos contratos.

Antes de se eleger e até mesmo depois de eleito, o prefeito Antonio de Anízio, sempre que teve oportunidade disse que não contrataria, pois o município não tem condições financeiras na atual situação. Mas pelo que se sabe, deu-se um “jeitinho brasileiro” para ajustar muitos em algumas vagas. A contratação segundo informações, ocorreu através de uma seleção realizada por uma empresa tercerizada.

Mas o Partido dos Trabalhadores (PT) não é contra a tercerização, pois acaba com a CLT? O PT não luta pelo direito dos trabalhadores? Seria o Governo do PT de Itacaré indo de encontro com o PT Estadual e Nacional? Ou apenas um ajuste para poder contratar muitos por metade do salário?

Cadê o legislativo municipal para fiscalizar as ações do executivo, e para verificar se essa tercerização e contratação é regular?

Editorial do Site Itacaré Informa

Fonte: Ubaitaba.com

Sobre Saul Lima

Veja Também

Acusado de ameaçar de morte dono de site em Lauro de Freitas, funcionário do município nega

Citado como responsável por uma suposta ameaça de morte contra o dono do site Tribuna …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *