Início / Bahia / Presidente da Assembleia no RJ é levado para depor pela PF; MPF quer prisão

Presidente da Assembleia no RJ é levado para depor pela PF; MPF quer prisão

O deputado Jorge Picciani (PMDB), presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, e pai do ministro dos Esportes, Leonardo Picciani, é alvo de mandado de condução coercitiva na manhã desta terça-feira (14).

A Polícia Federal cumpre também ordens de prisão contra o filho do parlamentar, Felipe Picciani; o empresário Jacob Barata Filho; e o ex-presidente da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor). A operação cumpre ainda outros 35 mandados de busca e apreensão, inclusive em gabinetes da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Jorge Picciani é suspeito de receber propina da “caixinha” da Fetranspor – a informação foi repassada ao Ministério Público Federal por delação premiada do doleiro Álvaro José Novis. O líder do governo na Alerj, o deputado Edson Albertassi (PMDB), também é alvo da ação. Ele foi indicado pelo governador Luiz Fernando Pezão para o Tribunal de Contas do Estado (TCE) e, segundo o MPF, a medida pode ter sido uma manobra para que a organização criminosa retomasse os espaços perdidos no tribunal após os afastamentos de conselheiros determinados pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). (Bahia Notícias)

Fonte: Ubaitaba.com

Sobre Saul Lima

Veja Também

Acusado de ameaçar de morte dono de site em Lauro de Freitas, funcionário do município nega

Citado como responsável por uma suposta ameaça de morte contra o dono do site Tribuna …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *